Se precisar é só ligar:
Campina Grande

(83) 3310.6000
João Pessoa

(83) 3219.6000
Alerta: Criminosos Alimentam Sites de Pedofilia com Imagens Retiradas de Redes Sociais

Usar redes sociais para partilhar fotos de crianças (filhos, sobrinhos, afilhados etc.), para a maioria das pessoas, é uma ação comum e inocente, uma forma de demonstrar carinho e orgulho pelos pequenos modelos. Infelizmente, ao mesmo tempo que a imagem é visitada por pessoas de confiança, ela pode cair em mão de pedófilos.

A instituição Children’s e Safety Commissioner, que se dedica à observação da segurança dos menores online, divulgou um relatório afirmando que milhões de fotografias de crianças publicadas, originalmente, no Facebook e Instagram, foram encontradas em sites de pedofilia, acompanhadas de comentários perturbadores e de forte teor sexual.

Toby Dagg, investigador da Children’s eSafety Commissioner, exemplifica a situação através de um dos sites encontrados, que tinha mais de 40 milhões de fotos, sendo que a metade parecia ter como fonte directa uma rede social. Em alguns casos, o conteúdo estava armazenado em pastas com nomes como “amigos do Instagram da minha filha”, “miúdos na praia” ou “ginastas”, por exemplo. Alastair MacGibbon, comissário da instituição, aponta outro caso chocante, em um site descoberto em 2013, que alojava 100 fotografias, entre as quais havia imagens de crianças a abrir os presentes de Natal, em férias ou a fazer os trabalhos de casa.

Infelizmente, a medida de segurança mais eficiente é também a mais extrema: não partilhe fotos de crianças em redes sociais, blogues ou mesmo em grupos de Whatsapp – é impossível saber onde essas imagens podem parar e, como já vimos, predadores sexuais estão em busca desse conteúdo especifico. A mesma medida deve ser tomada também em relação a informações pessoais da criança, como nome, idade, escola, lugares que frequenta etc.

Mudar o hábito de partilhar imagens e informações pode ser um pouco difícil, por isso tome medidas preventivas, bloqueando suas redes sociais e não aceitando solicitações de desconhecidos. Não se esqueça que estudos apontam que muitos casos de pedofilia ocorrem dentro do âmbito familiar, envolvendo parentes ou conhecidos das vítimas.

Para proteger o conteúdo armazenado em seu computador ou aparelho móvel, baixe um antivírus para impedir o roubo de informações pessoais, fotos ou vídeos, assim como manter PC longe de vírus que podem danificá-lo. O programa da Bitdefender, além de proteção contra malwares, oferece segurança nas redes sociais e controle paternal.

 

Fonte techenet.com

FACEBOOK
Todos os direitos reservados - Farmácia Dias