Se precisar é só ligar:
Campina Grande

(83) 3310.6000
João Pessoa

(83) 3219.6000
Higiene nasal - Todas as suas dúvidas solucionadas aqui

Estudos comprovam que a lavagem nasal feita de maneira correta e regular, consegue evitar de 30 a 50% os problemas respiratórios; como resfriados, sinusites, rinites e outros.

Resolvemos consultar um médico e aqui estão as respostas:

1) Uma vez uma amiga, filha de médico, disse que não poderíamos fazer a limpeza muitas vezes ao dia. E eu sempre fiquei com essa duvida: Quantas vezes ao dia nesses dias mais secos que tivemos por aqui em SP? Há diferença de concentração da solução entre os produtos para ser indicado para mais ou menos dias?

Resposta: Não há um número máximo de aplicações. A frequência das aplicações depende do dispositivo utilizado e do objetivo da lavagem nasal. Dispositivos de grande volume devem ser utilizados com mais cuidado e, em geral, menos vezes ao dia. Para a hidratação da mucosa nasal, a aplicação duas ou três vezes no dia costuma ser suficiente.

2) A partir de qual idade é recomendado? O otorrino do meu filho é contra a lavagem em excesso, pois o muco pode ir para o ouvido e desencadear uma otite.

Resposta: A lavagem nasal pode ser utilizada desde o nascimento. Nos bebês o volume de solução salina utilizado deve ser menor e, normalmente, não é necessário repetir o procedimento muitas vezes no dia.

3) A lavagem nasal “substitui” o umidificador?

Resposta: A lavagem nasal contribui para a hidratação da mucosa nasal, uma das principais razões para a utilização de umidificadores. Não há, entretanto, nenhuma contraindicação para o uso conjunto do umidificador e da lavagem nasal nos dias mais secos.

4) Quantas vezes ao dia é ideal aplicar? Após a lavagem é aconselhável usar aqueles sugadores (nosefrida e outros)?

 Resposta: A frequência da lavagem nasal depende do seu objetivo. Para a hidratação da mucosa nasal, a lavagem duas ou três vezes no dia costuma ser suficiente. Durante as infecções respiratórias, quando há congestão e secreção nasal, a lavagem pode ser realizada com maior frequência. O uso de sugadores não é recomendado na maioria dos casos, principalmente nas crianças pequenas, pelo risco de lesões na mucosa nasal.

5) Qual e melhor? Os rinossoros e afins ou aqueles de água do mar (maresis, maremar e outros)?

 Resposta: As duas formas de soluções são eficazes para a lavagem nasal e hidratação da mucosa nasal. A escolha entre elas pode ser feita pela preferência pessoal e pela tolerabilidade da criança.

6) O mais eficiente é lavar com soro fisiológico colocando numa seringa e injetando nas narinas ou usando aqueles sprays nasais tipo Maresis ?

Resposta: Os dois jeitos são eficazes. A opção entre eles pode ser feita pela preferência individual, pela aceitação da criança e pela praticidade. É importante lembrar que os frascos de soro fisiológico, diferentemente dos frascos de soluções salinas, não contêm válvulas protetoras e, por isso, após abertos, devem ser conservados em locais refrigerados.

7) Qual a quantidade de ideal para crianças e adultos?

 Resposta: Não há uma quantidade ideal para cada faixa etária. De modo geral, utiliza-se menor quantidade de solução salina nas crianças e maior nos adultos. O volume de solução depende também do propósito da lavagem nasal. Para a hidratação e higiene regular da mucosa nasal, a aplicação de pequenos volumes (cerca de 1ml) é suficiente. Para a limpeza de secreções, maior quantidade de solução pode ser necessária.

8) A minha dúvida é a respeito da quantidade de conservantes nos produtos versos número de aplicações. Também gostaria de saber se o cloreto de sódio ingerido dessa maneira não pode prejudicar os RN e bbs

Resposta: A maioria das soluções salinas não apresentam conservantes. Em algumas delas há o conservante cloreto de benzalcônio. Independentemente da presença de conservante, as soluções salinas são seguras para uso adulto e pediátrico. A quantidade de sódio presente, mesmo nas apresentações hipertônicas, não é relevante e sua absorção é mínima.

9) A minha dúvida é qual a quantidade ideal pra ser colocada e com que frequência por dia.

Resposta: A frequência das aplicações e o volume utilizado dependem do objetivo da lavagem nasal. Para a hidratação e higiene regular da mucosa nasal, a aplicação de pequenos volumes (cerca de 1ml), duas a três vezes ao dia é suficiente. Para a limpeza de secreções, durante quadros gripais, maior quantidade de solução e frequência de utilizações podem ser necessários.

10) Usar apenas o salsep durante o dia é suficiente? Como podemos usar o umidificador? Obrigada!

Resposta: O umidificador deve ser utilizado, preferencialmente, nos dias mais secos do ano e nos ambientes onde permanecemos por mais tempo. O uso indiscriminado do umidificador, em dias úmidos e/ou por tempo muito prolongado, pode elevar muito a umidade no ambiente e favorecer a proliferação de fungos, nocivos a nossa saúde respiratória. O produto citado é um dos dispositivos de solução salina disponíveis no mercado e é adequado para a lavagem nasal.

11) A lavagem pode ser feita com a seringa ou apenas com soros que possuem dosador da pressão, pode usar o aspirador nasal em bebês ou é muito agressivo?

Resposta: A lavagem nasal pode ser feita tanto com seringas, como por diversos dispositivos (sprays, dispositivos pressurizados de jato contínuo, conta-gotas). É importante utilizá-los corretamente. A opção entre eles pode ser feita pela preferência individual e pela aceitação da criança. O uso de sugadores e aspiradores não é recomendado na maioria dos casos, principalmente nas crianças pequenas, pelo risco de lesões na mucosa nasal.

12) Queria saber a opinião sobre o umidificador! Uns sao contra outros a favor e sempre fiquei nessa duvida, como e quanto tempo usa-lo

Resposta: O umidificador serve para aumentar a umidade relativa do ar em um ambiente fechado e, com isso, auxiliar a respiração. Deve ser utilizado, preferencialmente, nos dias mais secos do ano e no ambiente onde fi

FACEBOOK
Todos os direitos reservados - Farmácia Dias