Se precisar é só ligar:
Campina Grande

(83) 3310.6000
João Pessoa

(83) 3219.6000
O que Você Deve Saber Sobre o Reumatismo

Quem nunca ouviu falar que uma ou outra pessoa tem reumatismo, não é? Porém, você sabe exatamente o que é reumatismo?

Para a maioria das pessoas, a referência é de uma doença típica de idosos, porém essa ideia é equivocada: o reumatismo pode atingir crianças, jovens, adultos e idosos.

O que é Reumatismo?

Reumatismo é um nome genérico dado para uma série de doenças que afetam o sistema músculo-esquelético, chamadas coletivamente de doenças reumáticas. Por isso a confusão: quando alguém fala em “reumatismo”, pode estar falando de doenças bem diferentes.

As doenças reumáticas são prevalentes e representam o conjunto de diferentes doenças que acometem o aparelho locomotor, ou seja, ossos, articulações (“juntas”), cartilagens, músculos, tendões e ligamentos. Além disso, algumas doenças reumáticas podem comprometer outras partes e funções do corpo humano, como rins, coração, pulmões, olhos, intestino e até a pele.

Existem muitos tipos de doenças reumáticas; algumas das mais comuns: artrose, fibromialgia, osteoporose, gota, tendinites e bursites, febre reumática e artrite reumatoide.

Causas do Reumatismo

As principais causas são de origem infecciosa, endócrina, alérgica ou metabólica. Nessa última pode-se citar a deficiência de elementos básicos como vitamina C e manganês.

Todas as articulações podem ser atingidas, mas há maior incidência nas mãos, inicialmente com dores no punho ou mesmo com a tendinite, além de dores, inchaço e vermelhidão nos locais afetados.

Sintomas Iniciais do Reumatismo

As doenças reumáticas, assim como outras enfermidades crônicas, têm tratamento. Se a doença for descoberta no início e tratada de maneira adequada, o paciente reumático pode levar uma vida normal e sem dores, minimizando o risco de incapacidade física. Os principais sintomas iniciais são:

  • Dificuldade para se movimentar ou rigidez nas articulações ao acordar.
  • Diminuição da flexibilidade da coluna ao calçar sapatos.
  • Limitação para pentear os cabelos.
  • Dificuldade para escovar os dentes.
  • Dor, inchaço e calor nas articulações.

 

Diagnóstico e Tratamento

Ao perceber dor nas articulações, principalmente por mais de seis semanas, acompanhada de vermelhidão, inchaço, calor ou dificuldade para movimentar as articulações (especialmente ao acordar pela manhã), procure tratamento pois pode ser uma doença reumática.

O cuidado e o manejo das doenças reumáticas incluem tratamentos diversos (com a utilização de práticas integrativas e complementares, exercícios, terapia física, entre outros) e tratamento farmacológico (medicamentos).

Os tratamentos convencionais têm como objetivo atuar contra a dor e a inflamação, mas normalmente não resolvem o problema pela raiz. Uma forma mais eficaz de se atacar o problema é através de um tratamento mais natural, que procura suprir a necessidade de nutrientes, vitaminas e ácidos graxos, equilibrando o organismo.

Muitos nutrientes podem ser utilizados no combate às dores do reumatismo, como vitaminas C e D, que favorecerem o metabolismo do cálcio; minerais como cálcio e magnésio, para evitar a perda óssea; ômega 3, que controla os processos ligados à inflamação das partes afetadas; além de enzimas e vitamina E natural.

Uma outra solução mais natural é massagear a área dolorida com bucha vegetal durante o banho e depois com óleo de copaíba pelo menos duas vezes ao dia, bem como compressa fria (com bolsa de gelo) várias vezes ao dia. Banhos de sol diários de 15 a 20 minutos ajudam na produção da importantíssima vitamina D e no restabelecimento das articulações.

Principais Tipos de Doenças Reumáticas

 

Artrose

A osteoartrite (popularmente conhecida como artrose) é uma doença das articulações caracterizada por degeneração das cartilagens, acompanhada de alterações das estruturas ósseas vizinhas. É a mais comum das doenças reumáticas: 80% a 90% das pessoas acima de 40 anos já mostram sinais de osteoartrite ao raio X.

A osteoartrite resulta do aumento de conteúdo líquido no interior do tecido cartilaginoso. O principal sintoma é a dor articular de instalação insidiosa, que aumenta de intensidade com o passar dos anos. Fases mais sintomáticas costumam ser seguidas por outras com regressão do quadro.

No início, a dor surge com o movimento e desaparece com o repouso. Com o tempo, pode ocorrer enrijecimento e diminuição da mobilidade articular. O enrijecimento tende a desaparecer segundos ou minutos depois da movimentação, diferença importante com os casos de artrite reumatoide em que chega a persistir por horas.

Artrite Reumatóide

Artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica, autoimune, que afeta as membranas de diversas articulações (mãos, punhos, cotovelos, joelhos, tornozelos, pés, ombros, coluna cervical) e órgãos internos, como pulmões, coração e rins, de indivíduos geneticamente predispostos. A progressão do quadro está associada a deformidades e alterações das articulações, que podem comprometer os movimentos.

Fibromialgia

Fibromialgia caracteriza-se por dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações. Trata-se de uma patologia relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e o mecanismo de supressão da dor que atinge, em 90% dos casos, mulheres entre 35 e 50 anos. A fibromialgia não provoca inflamações nem deformidades físicas, mas pode estar associada a outras doenças reumáticas, o que pode confundir o diagnóstico.

Osteoporose

Osteoporose é uma condição metabólica que se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade óssea e aumento do risco de fraturas.

Os ossos são compostos de uma matriz com complexo

FACEBOOK
Todos os direitos reservados - Farmácia Dias